A Tetralon

Bomba de lóbulos: respostas do especialista à revista TAE (Tratamento de águas e efluentes)

1-Qual a função da bomba de lóbulos rotativos? Explique o passo a passo de sua atuação nos processos de tratamento. Por que é uma bomba versátil e autônoma? Quais são seus diferenciais de trabalho nas aplicações?

TETRALON: A vantagem na utilização desse tipo de bomba está na sua capacidade de bombeamento tranquilo de líquidos finos ou viscosos, com ou sem sólidos em suspensão, como todos os tipos de lodos de águas residuais (sejam industriais ou municipais), com capacidade de auto escorva e altas pressões de descarga.

A versatilidade de bombas de lóbulos em ETA e ETE vem de vários aspectos: primeiro, pelo fato de serem bombas de deslocamento positivo (volumétricas) é muito fácil controlar as vazões da bomba unicamente com a velocidade da bomba (maior velocidade, maior vazão deslocado e vice-versa), independente da contrapressão a ser vencida. Segundo, elas podem operar em ambos sentidos (horário e anti-horário) podendo com isto serem utilizadas em aplicações como tratamento de água por membranas (MBR), pois além de conseguirem drenar o permeado, conseguem também operar de forma reversa para realizar a retro lavagem das membranas, reduzindo dessa forma a complexidade e footprint da instalação. Já no bombeamento de lodos ou com presença de sólidos, também podem-se automatizar com painéis detectores de travamento, os quais fazem a bomba rodar em ambos os sentidos por poucos intervalos até concluir o destravamento por algum sólido teimoso.

Outra característica que agrega versatilidade nas bombas lobulares, no caso da nossa linha Börger, é que foi desenvolvida pensando no conceito MIP (Maintenance in Place), ou seja que a manutenção preventiva e ainda corretiva pode ser realizada sem retirar a bomba da linha, por isso é possível notar que na tampa ela possui 4 “olhais” que são basicamente os parafusos de ajuste da tampa carcaça, garantindo facilidade para acesso aos rotores (lóbulos) as placas de desgaste e aos selos mecânicos, todos esses de rápida substituição para voltar o equipamento operativo em questão de poucas horas.

2-Quais os tipos de Bombas Industriais de Lóbulos Rotativos hoje para cada tipo de vazão em ETAs e ETEs? Quais seus parâmetros? Descreva os tipos e parâmetros para cada vazão.

TETRALON: Contamos com duas linhas de bombas lobulares Börger: a BlueLine e a OnixLine. Com a BlueLine temos capacidades maiores (até 1.600 m³/h) e uma variedade de rotores também maior, como retos ou helicoidais, bi-lobulares ou tri-lobulares, em aço inox, aço carbono ou borracha e ainda de aço com ponteiras de borracha intercambiáveis. Já com a linha OnixLine temos uma variedade muito maior de selos mecânicos pelo que além de utilização em ETA/ETE´s pode ter aplicações industriais complexas.

3-As bombas de lóbulos rotativos são automatizadas, digitais, conectadas ao sistema por dispositivos móveis e IoT e monitoradas online? O que há de novo nas bombas de lóbulos rotativos hoje?

TETRALON: Um dos grandes avanços em bombas lobulares vem dos estudos e simulações hidráulicas seguidas de prototipação rápida (como impressão 3D) e testes reais. Visando o aumento de eficiência e aumento de confiabilidade, a Börger conta com laboratórios de desenvolvimento muito avançados nestas áreas. Já falando em automação, bombas no geral podem ser automatizadas com o novo que a tecnologia de monitoramento oferece incluindo IoT, com medição e controle por inúmeros tipos de parâmetros como pressão, temperatura, vibração, rotação, carga, etc. O setor de automação tem evoluído expressivamente nos últimos anos com uma redução de custos de implementação também importante. Por exemplo, hoje um inversor de frequência (dispositivo que ajuda a reduzir ou aumentar a velocidade do motor) possui várias entradas de sinal de controle digital ou analógica que podem ser utilizadas para receber sinais de pressão, temperatura, pH, etc., para comandar a rotação/partida/parada da bomba em função do set-up desses parâmetros que são facilmente configuráveis.

4-Quais problemas podem ocorrer se uma bomba de lóbulos rotativos estiver desregulada ou sem manutenção? Como resolvê-los? O Sr. tem exemplo com foto para nos enviar?

TETRALON: Falta de manutenção é sem dúvida uma das principais causas de falha em qualquer equipamento mecânico/rotativo. Mas também a própria arquitetura da bomba deve ser adequada para o tipo de aplicação. Sabemos que as bombas lobulares Börger têm os eixos mais robustos e as engrenagens sincrónicas mais adequadas (robustas) para bombeamento de lodos e águas residuais, isso já garante que ainda em condições muito pesadas a probabilidade de falha seja remota.

Os problemas de falta de manutenção podem vir principalmente de desalinhamento do conjunto motor-bomba (vibração) com a consequente quebra prematura de selos mecânicos e rolamentos, também pela falta de lubrificação do mancal (rolamentos) ou das engrenagens sincronizadoras, até quebra de selos por causa de bombas rodando a seco. Em casos simples a troca das peças danificadas resolve o problema, mas em falhas catastróficas o custo da manutenção pode condenar o equipamento, sendo necessária a reposição por uma nova unidade.

5-Como fazer a escolha certa de uma bomba de lóbulos rotativos? O que o Sr. orienta?

TETRALON: Sempre é bom falar com um especialista em bombas que conheça sobre diversas tecnologias de bombeamento. Ele realizará uma série de perguntas tanto do fluido sendo manuseado quanto do processo e serviço como um todo (horas de operação, motivos de parada, parâmetros mínimos e máximos esperados no processo, necessidade de operação autônoma, necessidade de redução de custos de manutenção, etc). Com essas informações terá maior critério para sugerir a tecnologia de bomba lobular adequada: geometria do rotor, rotação indicada, tipo de vedação dos eixos, materiais construtivos até utilidades necessárias para o correto funcionamento.

A Tetralon com quase 40 anos de experiência no setor e representando os principais fabricantes de bombas do mundo como a Börger e com um time de especialistas técnicos experientes, pode orientar em uma escolha criteriosa tanto no quesito técnico quanto no econômico.

Mais Artigos

Essa ação não é permitida.