A Tetralon

Wilden2

Novo sistema de distribuição de ar de bomba pneumática melhora o rendimento de processamento de resíduos em 40% e reduz 60% dos custos operacionais

 

Situação/Aplicação

A tradicional fabricante americana de tanques e cilindros, AMTROL, processa em seus filtros prensa até 9.600 galões (36.340 litros) de lodo de resíduos por dia e produzem mais de 100 toneladas de “tortas de lodo” por ano. Em suas instalações, a maior quantidade de resíduos gerado são partículas metálicas contendo principalmente ferro hidróxido, juntamente com aço carbono, cobre, latão, zinco, ácido cáustico e produtos químicos alcalinos. O processamento desses resíduos começa coletando as partículas e produtos químicos em tanques de chorume para pré-tratamento, separando óleos e neutralizando componentes cáusticos. As bombas transferem o lodo resultante para os tanques de retenção em um laboratório para processamento final por três grandes filtros prensa instalados para separar o lodo em sólidos e água para descarte adequado. Cada filtro prensa possui oito câmaras de duas polegadas de largura e cada câmara está equipada com duas placas de membrana de 24” x 24”.

 

Problema

 A eficiência do processamento de resíduos através dos filtros prensa recém-instalados era negativamente afetada pela baixa confiabilidade de suas bombas de duplo diafragma Wilden que possuíam mais de 30 anos de uso, possuindo uma ultrapassada tecnologia de sistema de distribuição de ar. Enquanto as bombas Wilden do antigo modelo M8 AODD (Air-Operated Double Diaphragm) haviam sido fiéis trabalhadoras ao longo dos anos, sua tecnologia antiga era um fator limitante na utilização do novo filtro prensa instalado na fábrica. Uma parte crucial de uma bomba de duplo diafragma é o ADS (Air Distribution System), componente que direciona o ar pressurizado para os diafragmas que o converte em movimento mecânico, empurrando e retraindo os diafragmas da bomba, fazendo com que ela bombeie o fluido. A consequência do sistema de ar ultrapassado das bombas M8 resultava em longas e periódicas paradas para manutenção, onde era necessário desmontar a bomba diversas vezes. 

 

Solução

A AMTROL não precisava procurar uma solução em outro equipamento. A própria Wilden solucionou o problema substituindo a tecnologia do sistema de distribuição de ar de 30 anos das bombas modelo M8 por bombas Wilden PS8, equipadas com o mais moderno e exclusivo sistema de distribuição de ar de uma bomba pneumática, o Pro-Flo Shift. A AMTROL imediatamente notou uma melhoria na confiabilidade da bomba. 

Buckless, Gerente Account em um dos fornecedores da AMTROL, disse que “Infelizmente, a tecnologia das antigas bombas de 30 anos atrás possuem limitações para atender uma aplicação tão exigente como um filtro prensa, e é isso que estava causando problemas”.

O segredo de operação da revolucionária Wilden Pro-Flo SHIFT é um carretel de controle de ar exclusivo que automaticamente mede o ar e evita o enchimento excessivo sem reduzir

desempenho, evitando assim o alto custo de energia com compressores. Limitando o ar usado à quantidade necessária para manter o processo de bombeamento, o consumo de ar é reduzido em até 60%. Além disso, a Wilden Pro-Flo SHIFT pode ser adaptada a bombas Wilden AODD existente  para melhorar o desempenho, como o caso do modelo M8, mantendo o original investimento da bomba.

 

Resultado

Substituindo a tecnologia ADS mais antiga com novas bombas equipadas com o sistema de distribuição de ar Pro-Flo SHIFT da Wilden, a AMTROL não apenas eliminou problemas de confiabilidade, mas também reduziu a manutenção da bomba, o rendimento de processamento de resíduos operacionais em 60% e melhorou a produtividade da bomba em 40%. Com a nova e revolucionária Wilden Pro-Flo SHIFT, eles conseguiram reduzir o tempo de inatividade de suas bombas, simplificar o processo de gerenciamento de resíduos, economizar energia, economizar dinheiro e reduzir o custo total de propriedade, tudo no mesmo tempo.

Ao instalar as novas bombas Wilden PS8 equipadas com o Pro-Flo SHIFT imediatamente o Gerente de Meio Ambiente e Produção da Amtrol, Bob Perrotti, notou a diferença e a melhoria nas bombas: 

“Os resultados foram surpreendentes”, disse Perrotti. “A ProFlo SHIFT eliminou todas as paralisações no meio do processo. Agora quando uma bomba não está funcionando, sabemos que a as câmaras dos filtros prensa estão cheias. Esse salto incrível na tecnologia ADS resolveu vários problemas importantes. O inesperado benefício adicional foi a diminuição da manutenção. Porque o SHIFT não precisa de óleo, as incômodas tarefas de manutenção de monitorar os níveis de óleo da unidade ADS e adicioná-lo quando o nível baixasse, foi eliminado. Além disso, cortamos custos de manutenção consideravelmente, pois não precisamos mais desmontar e montar as bombas sempre que elas param.

Para o AMTROL, a Wilden Pro-Flo SHIFT ADS vai desempenhar um papel fundamental na garantia da operação ideal dos filtros prensa com sua capacidade de fornecer a máxima potência, confiabilidade e eficiência necessárias em operações de alta demanda.

 

Mais Artigos

Essa ação não é permitida.